quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NÃO HÁ SEGREDO



NÃO HÁ SEGREDO

Veja se aceita
Essa canção
Siga a lanterna
Do coração

Será abrigo
Em seu caminho
Mesmo que estejas
Longe do ninho

Ouça sem medo
Cante onde for
Não há segredo
Se tudo flui

Vem das estrelas
Brota do chão
Em cada voz
Vive o sertão

Nessa cidade
Não tem parada
Todas as luzes
(E as cruzes, as riquezas, os pecados, as virtudes)
São jóias raras

Nenhum comentário:

Postar um comentário